Crianças da União Europeia em idade escolar vão receber leite, fruta e verduras

A União Europeia aumentou em 20 milhões de euros o seu orçamento para o novo regime que promove a alimentação saudável nas escolas. As crianças em idade escolar recebem agora leite, fruta e verduras.

Em vigor no dia 1 de agosto o novo regime para a distribuição de leite e de vegetais e frutas nas escolas, que foram agregados, tem agora uma dotação de 250 milhões de euros anuais. Para Portugal, a dotação definida ascende a 5,5 milhões de euros.


Este novo regime visa promover hábitos alimentares saudáveis entre as crianças, desenvolver programas educativos específicos para ensinar os alunos sobre a importância de uma boa nutrição e explicar como os alimentos são produzidos.


Dar-se-ão assim aos alunos, principalmente, fruta fresca, verduras e leite. Produtos transformados, como sopa, compotas de fruta, sumos, iogurtes e queijo podem também ser distribuídos se essa opção for aprovada pelas autoridades sanitárias nacionais. Não está autorizada a adição de açúcar, sal e gordura, salvo se as autoridades nacionais de saúde permitirem quantidades limitadas.


No entanto, produtos com sabores, como o leite com chocolate e os iogurtes de fruta serão admitidos, embora a UE só pague o leite que contêm, que deve perfazer 90% ou, em casos raros, 75% do produto final.