Ana Teresa Lehmann: “A Indústria 4.0 é uma oportunidade para as empresas portuguesas e uma prioridade do Governo”

  • Mai 17
  • 0
  • Slider Revolution

A Secretária de Estado da Indústria falou com o Food & Nutrition Awards sobre a imparável quarta revolução industrial que está a criar um mundo de oportunidades para as empresas e startups e sobre a nova realidade que se tornou mais do que um desafio tecnológico, um desafio humano. 

Conseguimos imaginar os nossos métodos de trabalho nos próximos cinco, dez, quinze anos? Uma certeza apenas: tudo será mais digital. Os processos mais tecnológicos e integrados, as empresas e as fábricas mais inteligentes. É a indústria do futuro.

Mais do que um programa, a Indústria 4.0 é uma nova revolução industrial. Não podemos fechar os olhos e deixar de ver os avanços tecnológicos, as exigências do mercado, a personalização de produtos, a inovação no serviço ao cliente, o detalhe na análise de dados. Automação inteligente, cloud computing e sistemas interligados, transversais nos processos de produção, na cadeia de valor e na relação com o cliente. Temos de ver, acompanhar e atuar.

A Indústria 4.0 é, por isso, uma oportunidade para as empresas portuguesas e uma prioridade do Governo. É com orgulho que noto como o nosso tecido empresarial está dedicado à modernização das suas empresas, investe em tecnologia e inova. Muitas das indústrias consideradas tradicionais são, precisamente, das mais inovadoras.

A revolução é tecnológica, mas o grande desafio está nas pessoas – conseguir recrutar as mais competentes e qualificadas, e formar as já existentes, que têm de atualizar as suas competências e ganhar novas capacidades. O sucesso das empresas na indústria do futuro depende da sua capacidade de formar, captar e reter talento.

Formação e capacitação de recursos humanos é precisamente um dos seis eixos de atuação do programa Indústria 4.0. A par de cooperação tecnológica, startup i4.0, financiamento e apoio ao investimento, internacionalização, adaptação legal e normativa.

Através destes eixos, o Governo apoia esta transformação digital das empresas portuguesas, tem já mais de 78% das medidas executadas ou em execução, e lançou vários instrumentos de financiamento no âmbito do Portugal 2020 para apoiar projetos i4.0, com uma dotação total que já ultrapassa os 700 milhões de euros.

A Indústria 4.0 está a acontecer. Em Portugal e no mundo. E as empresas portuguesas têm de posicionar-se na linha da frente desta nova revolução. O futuro da indústria é hoje.

 

Ana Teresa Lehmann, Secretária de Estado da Indústria